Clássicos da Sétima Arte:Gilda (1946)

00:33

No dia 14 de fevereiro de 1946, há exatos 70 anos atrás, foi lançada nos Estados Unidos, a película Gilda, dirigida por Charles Vidor e com participação de Rita Hayworth e Glenn Ford nos papéis principais.O slogan do filme dizia :'' Nunca houve uma mulher como Gilda'', e de fato, poucas vezes no cinema o protótipo de femme fatale fora tão bem representado.

Rita Hayworth Gilda



Sinopse:

A história gira em torno de Jhonny Farrell (Glenn Ford), um norte-americano que tenta a vida em Buenos Aires e lá começa a trabalhar em uma espécie de casino (ele era bastante habilidoso com os jogos de azar).O dono do casino por sua vez, estreitando cada dia mais os laços de convivência com Jhonny, o convida para conhecer sua nova esposa, a jovem e estonteante Gilda (Rita Hayworth). E então, nós, o público, nos damos conta de que Gilda e Jhonny já viveram uma intensa relação no passado, relação esta que foi capaz de ferir o orgulho de ambos e deixar muitas feridas abertas.


Gilda 1946
Glenn Ford e Rita Hayworth.



Minhas impressões:

Tanto Jhonny, como Gilda são personagens extremamente orgulhosos, e não é difícil supor que haverá muitas, mas muitas alfinetadas entre eles ao longo da trama, porém, as frases são tão poéticas e profundas, que é impossível não se identificar com algumas delas e automaticamente não fazer um paralelo com alguma relação inacabada que tivemos- porque sim, acho extremamente raro alguém que não tenha vivenciado um término de relacionamento não tão amistoso. Algumas frases:

''Jhonny, um nome tão difícil de lembrar e tão fácil de esquecer.''

'' Eu te odeio tanto que seria capaz de me destruir só para te levar para o fundo comigo.''

''Eu te odeio tanto que eu acho que vou morrer com isso''.


Rita Hayworth 1946 Gilda



Por que assistir?

Gilda é um dos maiores clássicos do cinema noir, e sua singularidade mora nos detalhes e nas cenas inesperadas que vão surgindo.Dou um destaque especial para as partes que a Gilda canta e dança e para os diálogos com Jhonny, que sempre contam com uma boa dose de despeito e ironia.

A atuação de Hayworth foi tão bem executada e a personagem tão bem construída, que foi exatamente essa produção que a tornou uma superstar de sua época.Rita até chegou a confessar que os homens se apaixonavam por Gilda e acordavam com ela.

O filme conta ainda com um figurino muito elegante e uma trilha sonora que embora não beire a perfeição, com certeza é bastante agradável.Deixo abaixo uma das cenas inesquecíveis do filme e também uma das minhas prediletas da história do cinema:




Ficha Técnica:

Título:Gilda
Ano:1946
Gênero:Drama
Diretor:Charles Vidor
Tempo: aproximadamente 1h50 min


Antiguinhas

28 comentários

  1. Gabi, apesar de ser um clássico não conhecia ainda esse filme (me senti meio burrinha hahaha). Bom, na minha humilde opinião onde há muito ódio, às vezes tem muito amor, né? hahaha Johnny tem cara de ser aquele irritante irresistível! Enfim, dica anotada. :)

    Beijos,
    Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se sinta ''burrinha'', tem tantos filmes clássicos, impossível conhecer todos, mas aos poucos vamos descobrindo essas pérolas do cinema.

      Excluir
  2. Rita, sempre maravilhosa. http://naomemandeflores.com/rita-hayworth-como-gilda/ <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei muito do seu post, Camila! Fotos lindíssimas <3

      Excluir
  3. Sabe, Gabi, eu acho interessantíssimo ver filmes antigos/clássicos. Nunca assisti Gilda, apesar de estar na minha lista há muito tempo. Deve ser um ótimo filme, vou ver se dou uma parada pra atualizar essa minha lista de "para assistir" e por fim assisto ele hahahahajksask.

    Te indiquei pra um selo virtual lá no blog, Gabi, o Prêmio Dardos. Espero que goste xD

    Beijão!
    Heeey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi lá ^^, novamente muito obrigada por todo o carinho! Me sinto bastante feliz quando alguém lembra do Poesia em Transe e o menciona em algum post.Sinal que estou indo por um bom caminho.

      E bem, esse filme é muito bom, a presença da Rita no papel principal dá toda uma atmosfera especial.É um bom filme.

      Excluir
  4. Uau! Não conhecia esse filme e gostei bastante, realmente essa Gilda é o simbolo femme fatale (depois da Britney, hahaha! Piadinha boba em relação ao nome de um dos álbuns dela).

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahahah Britney também é femme fatale rsrsr.

      Excluir
  5. Tenho vontade de ver esse filme, preciso dar uma olhada na coleção do meu pai [ele tem 74 anos e só tem filmes antigos] se já tem esse, hehe.

    PS: Sumi pq fiquei vários dias sem internet, mas estou de volta.

    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderExcluir
  6. Adoro clássicos! Fico imaginando o glamour que esse filme mostra, além de uma bela história!

    ❥Blog: www.amigadelicada.com

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia os filmes e nem os atores, Gabi.
    Mas ao ler as frases do filme fiquei interessada. Adoro filmes com frases impactantes.
    E temos que convir que poucas situações proporcionam frases tão boas quanto ódio, amor e relações do passado.

    Beijos.

    P.S.: Que mulher linda!

    Blog Coisa e tal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA, as frases mais ácidas, Fêh e sim a Rita era lindíssima *-*

      Excluir
  8. eu sou APAIXONADA por cinema e gosto mt dos classicos, nao sei pq nunca vi Gilda, com a Rita deslumbrante!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rita era lindona.O filme tem uma atmosfera bem agradável.

      Excluir
  9. Acredita que ainda não tinha ouvido falar? :O

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  10. Nem me fale em Gilda que eu amo demais! Nem morri naquela cena que mostra a penteadeira GIGANTE dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E os vestidos maravilhosos dela?! <3 Puro amor!

      Excluir
  11. Nunca vi Gilda, acredita? Mas quero!


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha ouvido falar desse filme, parece ser bom :)
    bjoka http://diadebrilho.com

    ResponderExcluir
  13. Eu não conhecia o filme , mas já anotei pra assistir =)
    Bjs
    Aquarela Pink

    ResponderExcluir
  14. Rita maravilhosa! Um dos meus filmes clássicos favoritos. Nossa, 70 anos! Não tem nem 15 dias que assisti esse filme, acredita? xD

    Beijos, Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que foi ontem, não, pera...HAHAHA, de qualquer jeito, a cada dia, Gilda se consolida ainda mais na lista de filmes clássicos, principalmente do gênero noir.

      Um grande beijo, Pri <3

      Excluir
  15. Gabi, eu adoro os seus posts por serem super diferentes. Fiquei impressionada com você indicando um filme de 1946, isso é simplesmente demais! Eu não conhecia, mas sem dúvida quero ver.

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O negócio é ser tentar ser criativa rsrsrsr, mas nem sempre a inspiração ajuda.

      Fico feliz que tenha gostado! <3

      Excluir
  16. Oi Gabi!

    Com certeza eu tenho que assistir esse filme. Adoro clássicos, mas assisto poucos, por falta de oportunidade mesmo, mas ja consegui assistir o cantando na chuva, e o vento levou, que tinha muita vontade. Me interessei por Gilda, justamente quando fiquei sabendo dessa frase da atriz que dizia que os homens dormiam con a Gilda e acordavam com a Rita... Adorei a forma como conduziu o post! Muito legal!
    Bjinhos
    JuJu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cantando na Chuva, eu ainda não vi, mas pretendo bem brevemente!

      Beijos

      Excluir
  17. É difícil eu me interessar por filmes mais antigos mas esse me deixou curiosa.

    ResponderExcluir