Aquarelando #1 Tarsila do Amaral

19:21

Depois do post que fiz sobre os trabalhos da Frida Kahlo (no antigo blog), fiquei bastante empolgada para poder mostrar os trabalhos de outras mulheres que também deram suas pinceladas na história da arte.O Aquarelando de hoje é sobre nada mais, nada menos, do que nossa brasileira, Tarsila do Amaral. Acho importante a valorização de artistas nacionais, porque muitas vezes damos maior valor às coisas de fora e nos esquecemos que também tivemos e temos uma produção artística muito relevante e que merece maior destaque nos meios de comunicação.

After the post I did on the works of Frida Kahlo (in the old blog), I was very excited to be able to show the works of other women who also gave their brushstrokes in the history of art. The watercolor of today is about nothing more, Than our Brazilian Tarsila do Amaral. I think it is important to value national artists because we often give more value to things from outside and we forget that we also had and have a very relevant artistic production that deserves more attention in the media.


Tarsila do Amaral obras
La Manteau Rouge (1923)






 VIDA


Tarsila do Amaral nasceu em 1886, no interior de São Paulo, em uma tradicional família muito abastada. Ainda jovem, ela estudou na capital de seu estado e fora do país.Em 1906 casou-se pela primeira vez e posteriormente se divorciou. Participou da Semana de Arte Moderna (1922) e é uma das representantes dos movimentos Pau-Brasil e Antropofagia, movimentos estes do Modernismo Brasileiro que propunham uma nova concepção no processo de criação artística, que levasse à maior valorização de nossa identidade. Nesse período, os quadros de Tarsila são cheios de cores e as representações são de coisas tipicamente brasileiras, como nossa fauna e flora, por exemplo. 


Life:


Tarsila do Amaral was born in 1886, in the interior of São Paulo, in a very wealthy traditional family. As a young woman, she studied in the capital of her state and out of the country. In 1906 she married for the first time and later divorced. He participated in the Modern Art Week (1922) and is one of the representatives of the Pau-Brasil and Antropofagia movements, these movements of Brazilian Modernism that proposed a new conception in the process of artistic creation, which led to the greater appreciation of our identity. In this period, Tarsila's paintings are full of colors and representations are typical Brazilian things, such as our fauna and flora, for example.




tarsila do amaral
O Mamoeiro (1925)




 OBRA:

Não é muito difícil compreender as características gerais de Tarsila do Amaral, seus principais
trabalhos são os da fase modernista, onde há predomínio de cores fortes e a constante utilização de formas geométricas (é preciso lembrar que ela era admiradora de Pablo Picasso e absorveu algumas leves características do Cubismo).


Work:

It is not very difficult to understand the general characteristics of Tarsila do Amaral,Works are those of the Modernist phase, where there is a predominance of strong colors and the constant use of geometric forms (it is necessary to remember that she was admirer of Pablo Picasso and absorbed some slight characteristics of Cubism)


tarsila pinturas
Antropofagia (1929)


Mas, não só de paisagens viveu Amaral, nos anos subsequentes de sua carreira, ela passou a desenvolver um projeto de cunho social, logo, pessoas passaram a ser seu principal elemento, junto com o cotidiano dos menos favorecidos dentro da sociedade brasileira.

But not only landscapes lived Amaral, in the subsequent years of his career, she began to develop a social project, so people became their main element, along with the daily life of the less favored within Brazilian society.

tarsila do amaral quadros



Tarsila é um exemplo de mulher que sofreu muito preconceito depois do divórcio, e mesmo assim, conseguiu vencer todos os obstáculos.Casou-se com outros homens, entre eles, o escritor brasileiro Oswald de Andrade que a deixou por Patrícia Galvão.

Em 1929, a família de Tarsila foi afetada pela crise e ela perdeu todos os seus bens.Já no final de carreira ficou paralítica e sua única filha chamada Dulce faleceu devido ao diabetes. Em decorrência do mal momento econômico que vivia, ela passou a vender os seus quadros para poder sobreviver.

Tarsila is an example of a woman who suffered much prejudice after divorce, and even so, managed to overcome all obstacles. She married other men, among them the Brazilian writer Oswald de Andrade who left her for Patricia Galvão.


In 1929, Tarsila's family was affected by the crisis and she lost all her assets. Already at the end of her career she became paralyzed and her only daughter named Dulce died due to diabetes. As a result of the bad economic moment that she lived, she began to sell her paintings in order to survive.

Antiguinhas

8 comentários

  1. Adorei o post!! Tarsila era uma ótima artista mesmo.

    Beijos ♥

    Jéssica || Fashion Jacket
    www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  2. O trabalho de Tarsila é bastante conhecido por mim, pois tive uma professora de artes que era fã dela. Indiscutível a genialidade de seus trabalhos.Tenha um dia abençoado, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    paisagemdejanela.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Os quadros são ainda mais lindos ao vivo, né Gabriela? Viva a arte nacional!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  4. Sou MUITO fã da história de vida e da obra da Tarsila do Amaral. Mulher forte, guerreira.
    E concordo que temos muitos e inexplorados talentos na arte, na música e na literatura brasileira!

    Tá lindo o blog, Gabriela!
    Beijos.

    Blog Coisa e tal
    Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
  5. Adoreeei o post, me fez lembrar um pouco da época do colégio hahaha

    Beijoos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia muito a história dela. Adorei e os quadros são incríveis, principalmente o primeiro. Viva a arte brasileira! :) O Brasil tem muita coisa ruim, mas também tem muita coisa que a gente tem que ter orgulho.

    Beijocas,
    Carol
    www.pequnajornalista.com.br

    P.S: Que chato isso do antigo blog, mas recomeçar é sempre bom também. :)

    ResponderExcluir
  7. Amo arte, conhecia o trabalho da Tarsila das minhas aulas de arte de antigamente, mas curto muito arquitetura, pinturas, esculturas! Acho que tudo que é a expressão de algum sentimento é valido!
    Beijinhos!
    Paulinha Juliana
    Ps: http://overdoselite.blogspot.com.br/2015/05/resenha-cidade-da-meia-noite-saga-da.html

    ResponderExcluir
  8. Que bom que gostaram pessoal :)

    ResponderExcluir